Tam.Texto

Pernambuco e a Iniciativa Popular - Relato de Experiência


Add this to your website

Acompanhe relato de experiência do movimento em Pernambuco.

 

 

Companheiras/os,

Em PE está difícil, mas a gente está agitando: o FMPE fez o lançamento e as mulheres levaram as fichas para seus grupos (a única caixa de formulário que chegou já foi). O grupo AME de Camaragibe, por ex. (um dos locais das obras da copa) se organizou para ficar com uma banca na feira, e combinamos de todo mundo trazer as fichas para entregar no dia 10 de outubro, dia em que a Abong Regional NE II vai realizar um encontro sobre a reforma política com suas filiadas no SOS Corpo, vamos fazer o lançamento aqui também. As domésticas também contribuíram com a adesão no X Congresso das Trabalhadoras Domésticas que acabou ontem, aqui em PE. No dia 10, elas vão fazer a entrega simbólica de sua contribuição, são quase 100 assinaturas. Além disso, as lideranças dos sindicatos nos outros estados ficaram interessadíssimas e nos pediram pra enviar as fichas pelos correios. Vamos ver por aqui como fazemos isso, porque implica em recursos, pois elas têm pouco acesso à internet e é bem melhor o papel impresso. Ademais, lendo a realidade do estado, acho que o mais interessante e adequado é o papel impresso, embora seja uma boa combinação com a internet. 

Em PE, mais um detalhe, pretendemos que vários movimentos lancem a proposta, assim a gente vai agitando a campanha. Vou buscar informações do sertão, que ficaram de aproveitar o momento das conferências e do grito dos excluídos pra fazê-lo também, e informo. Lembrando que Carmen fez um primeiro artigo que estamos divulgando nos nossos meios, estamos com outras ideias por aqui, que socializaremos mais a frente...

A Centrac em Campina Grande, na Paraíba, está com tudo, se juntaram com CGU e MP e estão coletando assinaturas, já fizeram seminários e é um ponto de coleta lá. Pedi que as meninas nos repassem informes e fotografias pra divulgarmos, estou insistindo que elas venham para o encontro da Abong, vamos ver.

Vamos seguindo. Abçs.

Rivane Arantes
SOS Corpo - Instituto Feminista para a Democracia
Fone: (81) 3087.2086